quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A história em todos os lugares!

Rua Albino de Almeida - Década de 1930
perspectiva atual da Albino de Almeida - Calçadão
Albino de Almeida – Calçadão de Campos Elíseos

Albino Antônio de Almeida

Nascido em Resende em 1824, filho de Pedro Antônio de Almeida e Antônia Maria do Espírito Santo.

Casou-se com Francisca de Paula Coutinho, na igreja Matriz de Resende.

O Coronel Albino de Almeida foi uma das figuras mais austeras da época. De instrução elementar, ascendeu a postos representativos da administração resendense: Líder do Partido Conservador foi vereador no quadriênio 1857/1860, deputado provincial em três legislaturas. 2º Juiz Comercial em Resende, em 1871. Grande fazendeiro de café e cana, era proprietário das fazendas denominadas “Retiro”, “Córrego Fundo” e “Pitangueiras”.

Foi nomeado tenente coronel da Guarda Nacional e comandante do 11º Corpo de Cavalaria de Resende em 1872. Foi de sua autoria o projeto de construir a torre da Igreja Matriz, utilizando-se das “Pedreiras da Municipalidade”.

Faleceu em Resende, aos 60 anos, em 1884. Em 1885, foi homenageado em movimento popular, inaugurando o seu retrato, como o primeiro a figurar na Galeria de Honra da Câmara Municipal de Resende e colocado seu nome na principal via pública de Campos Elíseos.

A Avenida Albino de Almeida, localizada no bairro de Campos Elíseos, abriga o "Calçadão", construído na década de 1990. é o centro comercial do município, com bancos, lojas e escritórios.

Um comentário:

  1. meu avo fez parte da historia de Resende pois ele foi poeta do radio nos anos 50 ,acho até que deveriam levantar a história dele pra que uma parte da história cultural da cidade não se perca de vez. o nome dele era Raimundo de lima pires e a radio era na praça oliveira botelho, ele era poeta do radio.

    ResponderExcluir